CAMINHÕES DE TRANSPORTE

sexta-feira, 4 de julho de 2014

Pedágio fica mais caro a partir de hoje nas rodovias paulistas

Os pedágios de todas as praças de cobranças das rodovias estaduais em São Paulo estão, em média, 5,29% a partir de hoje, terça-feira, 1º de julho de 2014. O reajuste foi autorizado pela Artesp (Agência de Transporte do Estado de São Paulo) e faz parte dos contratos de concessões rodoviárias firmados no Estado. 
Segundo a Artesp, as negociações do governo paulista culminaram em um reajuste abaixo da inflação. Na prática, o pagamento dos pedágios nas praças fica, a partir de hoje, de zero a 8,57% mais caro, dependendo do reajuste publicado para cada concessionária.
Os pedágios paulistas sofreram o último reajuste há dois anos, já que, em 2013, pressionado pelas manifestações populares, o governo acabou não concedendo o aumento. Para chegar a índices abaixo da inflação no reajuste, a administração estadual tomou algumas medidas como cobrar o pedágio do eixo suspenso dos caminhões e negociar com as concessionárias mais antigas a alteração do índice contratual IGP-M para o IPC-A.
Novos preços nas praças de cobrança
Um dos pedágios mais representativos do Estado (e mais caros também) é o da descida da Serra do Mar, no Sistema Anchieta-Imigrantes, administrado pela concessionária Ecovias. Nas praças destas vias, a cobrança por eixo passa de R$ 21,20 para R$ 22,00. Sem a negociação da Artesp, o pedágio ficaria em R$ 24,20, segundo o governo.
Algumas praças de cobrança não sofrem reajuste, como é o caso das cabines de Diadema e Eldorado, no ABC Paulista, na Rodovia dos Imigrantes.
Confira na tabela os índices de reajuste 2014 em todas as 19 concessionárias de rodovias paulistas:
O Portal Transporta Brasil pesquisou e preparou um guia completo com todas as tarifas atualizadas de pedágio no Estado de São Paulo. CLIQUE AQUI PARA ACESSAR

0 comentários:

Postar um comentário